08/01/2017

Álbuns internacionais de 2016: as nossas escolhas


Depois de termos divulgado a nossa selecção de álbuns nacionais do ano, fica agora a conhecer quais as nossas escolhas relativamente aos álbuns internacionais de 2016.




Num ano recheadíssimo de lançamentos (e bons) dentro do espectro mais pesado da música (tínhamos centenas de álbuns a votação), qualquer lista de "Best Of" é sempre carregada de algumas injustiças. Daí termos convidado a nossa equipa a pronunciar-se não sobre quais acharam os melhores álbuns, mas sim os que mais ouviram e gostaram. É portanto uma lista das nossas preferências, com o valor acrescentado que isso possa ter para os nossos ouvintes, umas vez que também acaba por definir a sonoridade da nossa rádio. Sendo os resultados apurados por média de notas, álbuns menos consensuais acabaram por ficar de fora, como o caso do novo dos Metallica, que agradou muito a uns e nem tanto a outros. Fica aqui a lista final:


#15: Abbath - Abbath

#14: Textures - Phenotype

#13: Fleshgod Apocalypse - King

#12: Suicidal Tendencies - World Gone Mad

#11: Deftones - Gore

#10: Megadeth - Dystopia


#9: Katatonia - The Fall of Hearts

#8: Insomnium - Winter's Gate

#7: Testament - Brotherhood Of The Snake

#6: Periphery - Periphery III: Select Difficulty

#5: Meshuggah - The Violent Sleep of Reason

#4: Korn - The Serenity of Suffering

#3: Amon Amarth - Jomsviking

#2: Dark Tranquillity - Atoma

#1: Gojira - Magma









Veja também: