07/05/2018

[Made in Portugal] DISASSEMBLED lançam o seu álbum de estreia, 'Portals to Decimation' (ouve aqui)

Sérgio Afonso -Voz, Alexandre Ribeiro-Baixo, Samuel Trindade- Guitarras e sampling
Os Disassembled gravaram em auto produção e edição este álbum, ao longo de dez anos.
Idealizado em 2008 o Portals to Decimation é o tão aguardado, primeiro trabalho em longa duração, da banda.
artwork Pedro Lordigan
Depois dos EPs 'N​.​V​.​N. 00' em 2001 e '2.0' em 2017, chegou o momento de apresentarem um trabalho mais completo, de 9 faixas no estilo de Progressive Death Metal, com linhas de baixo fretless (sem trastes) poderosas e guitarras melódicas, com músicos convidados.

Depois do lançamento do single 'Traveller of Deceit', este álbum saiu na íntegra em streaming no passado dia 20 de abril, nos canais sociais da banda: Bandcamp, Spotify, Facebook e Youtube.
CD layout artwork | Samuel Trindade
Podes ouvir aqui ou seguir os links acima e escolher o teu streaming

 ALINHAMENTO

PORTALS TO DECIMATION
 The Cosmogonic Rise
Hand of Doom
 Route to Eden, com Miguel Tereso na voz
 Astral karma, com Pedro D-Void na guitarra solo
 Vessel to Utopia
Decode 144
Ecce Calamitas
 Traveller of Deceit,  com Miguel Tereso na voz
e João Paulo na guitarra solo
Revelations, com João Paulo na guitarra solo
Produzido, mixado e masterizado por Samuel Trindade entre 2008 e 2018
Composição musical | Samuel Trindade
Composição das Letras | Roger Esteves
BIOGRAFIA

Lisboa, 1994.

Um grupo de amigos, juntou-se a ouvir “Corporeal Jigsore Quandary” do clássico de Carcass “Necroticism-Descanting the Insalubrious” e de repente alguém perguntou: "Vamos fazer uma banda chamada Disassembled ? ”.

Assim registaram o nome e começou a viagem dos Disassembled.

Depois de uma primeira demo-tape em 1996 e alguns shows da escola, a banda lança seu bem-sucedido "NVN" Ep de 2001 com um novo vocalista, Ricardo Almeida, que trouxe criatividade ao coletivo, assegurando o seu lugar no panorama metalúrgico português. O ano seguinte, revelaria ser um ponto de viragem turbulento tem a sua baterista e baixista decidiram seguir outras direções musicais e assim Disassembled foi, bem ... desmontado.

Imerso em um longo hiato, a banda seria novamente reavivada depois da feroz batalha de Samuel Trindade contra sua queda, tão prematura.
Juntou-se a Ricardo depois de sete longos anos desde o último Ep, e Samuel assumiu um novo caminho musical e deu origem a um novo Ep, “2.0”, fruto do seu prolífico momento criativo.
Deixou seu estilo old school death metal, assumiu uma nova abordagem técnica e evoluiu para um riff na guitarra, muito mais melódico.
Reduzido a um duo com um futuro indefinido, Ricardo sai para enfrentar novos desafios musicais e Samuel começa a trabalhar sozinho no álbum de estréia da banda.
Dez longos anos procurando os músicos e pessoas certas, entretanto dando forma a novas músicas, Disassembled lança seu álbum seminal em 20 de abril de 2018.

Veja também: